Artista em Destaque: Lorett Foth

Esta experiente artista nos mostra que há mais de uma forma de despelar um gato 

Não é sempre que vemos uma imagem capaz de causar arrepios na espinha, mas a entrada de Lorett Foth para um recente contest do CGSociety para o evento Trojan Horse Was a Unicorn faz exatamente isso. É uma obra-prima – depois que você consegue superar o olhar fixo do felino em pele de esquilo e o inquietante vazio nos olhos do pobre roedor…

THU_Cat

Artigo publicado originalmente na V-Ray Magazine

Foth já estava trabalhando em um esquilo quando ouviu a respeito do challenge para o festival de artes digitais baseado em Portugal. “É o meu animal favorito e eu queria ver o quão realista eu conseguiria fazê-lo parecer,” ela diz. “Fiquei feliz com o pelo no qual estava trabalhando, por isso quis usá-lo. Quando penso em pelos e outros animais, gatos me vieram à cabeça. E aí eu pensei, por que não colocar um gato em pele de esquilo? Refletia o tema do Cavalo de Tróia perfeitamente!”

Evolution scat

Com uma imagem levemente bizarra na cabeça, Foth se ocupou de modelar e renderizar. O tempo não estava do seu lado, então ela rapidamente criou um concept no ZBrush, que foi então copiado para o Photoshop e pintado por cima para dar uma ideia da imagem final. Um gato da raça Sphynx e sua aparência sobrenatural seriam perfeitos para o trabalho, mas ela não tomou atalhos na hora de criar a pele cheia de dobras característica desta raça. “Eu tentei sempre colocar o máximo de detalhes na escultura, já que usar mapas de displacement ou normal nem sempre tem o mesmo resultado,” ela diz. Adicionar pelos finos ao gato também fez toda a diferença.”

Com o gato no lugar, Foth voltou ao esquilo que havia criado anteriormente e o transformou de uma criatura fofinha em um casaco de peles capaz de enfurecer a PeTA. Com os elementos-chave prontos, sua próxima tarefa era criar acessórios no ZBrush: o couro, pérolas e penas foram modelados e texturizados ao invés de esculpidos, dando a ela subsídios para mesclar esses elementos ao fundo fotográfico.

grey renderO drama apresentado por Foth pode captar o espectador, mas são os elementos mais sutis que vendem a imagem como algo mais real e incrível.  O elemento-chave para isso era o pelo desgrenhado do esquilo. É uma tarefa notoriamente difícil em qualquer render, mas a dolorosa atenção aos detalhes de Foth praticamente anula sua pouquíssima experiência com pelos. “Quando olhamos de perto o pelo de animais, percebemos a quantidade de coisas que acontecem ali,” ela diz. “O pelo não apenas tem cores e comprimentos diferentes, mas também espessuras, múltiplas camadas e aglomerados. Eu tentei replicar tudo isso, tendo em mente o tempo disponível.”

Os toques finais foram dados com o shader especial para pelos VRayHairMtl, uma muito solicitada feature que vem como padrão a partir do V-Ray 3.0. “Eu sempre trabalhei com V-Ray,” disse Foth. “Acho que os resultados que consigo com V-Ray são mais realistas em comparação a outras engines.”

Quando ela não está criando imagens maravilhosamente mórbidas, a alemã Foth passa seu tempo criando visualizações 3D incríveis para a Cream Studios, na Austrália. Mas ela ainda usa seus projetos pessoais como uma chance de testar seus limites e aprender novas habilidades. Próximo em sua agenda? Penas. “Depois do meu projeto para o THU, me sinto confiante para fazer qualquer coisa com pelos, mas eu nunca fiz nada com penas,” ela diz. “Fiz algumas penas para a varinha, o que me deu uma breve noção, mas estou muito a fim de criar um pássaro pra ver até onde consigo ir com realismo.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: